sábado, dezembro 13, 2014

Tal pai, tal filha

A 20 dias de ir embora, governo Tarso apressa associação minoritária milionária do Banrisul na seguradora da Icatu.

 

A menos de 20 dias de deixar o governo, o governador Tarso Genro continua tocando com velocidade o aporte de valores milionários do Banrisul na nova empresa Rio Grande seguros, da Icatu, na qual terá posição minoritária. Tarso quer assinar tudo antes de passar o cargo ao novo governo.

. A pressa é inédita e pode ser abortada, porque o negócio não tem sentido do modo como está sendo conduzido, já que o Banrisul será minoritário na seguradora, que além disto usará toda a rede do banco para vender apólices de seguro de vida e de previdência, que envolverá negócios bilionários. A Rio Grande Seguros será então convertida em subsidiária integral da Holding Banrisul Icatu, sendo que o banco gaúcho terá 49,99 por cento da holding e o Icatu ficará com os 50,01 por cento restantes.

. O novo governo nao foi consultado sobre o caso, que envolve valores bilionários. "A Icatu Seguros constituiu carteira com cerca de 1,5 milhão de clientes pessoas físicas e 17 mil clientes pessoas jurídicas em razão da relação existente desde 2002", disse trecho do documento submetido ao Cade.

. A Assembléia não autorizou nada e nem foi ouvida no caso. .

. O Icatu, no início do atual governo, patrocinou cursinho pré-vestibular montado pela filha de Tarso, Luciana Genro.

. O governo anunciou a operação há 60 dias e o Cade aprovou tudo esta semana.

. Os valores do acordo não foram divulgados.

. Antes do negócio, o Banrisul já disponibilizava seus canais de venda para a venda de seguros dessas modalidades para a Rio Grande Seguros, mas de maneira não-exclusiva.


A Icatu Seguros, sócia do Banrisul, deu meio milhão para ajudar Luciana no seu Curso Pré-Vestibular

Descrição: http://1.bp.blogspot.com/-aj3Myw7G33o/VIsSuU-_xiI/AAAAAAAAs0E/CgaYIKFSKHU/s1600/pai.gif

A ex-deputada Luciana Genro, do PSOL teve problemas para explicar o conteúdo da reportagem de página inteira que a revista Veja publicou sobre cursinho pré-vestibular que montou em Porto Alegre. A revista descobriu que entre as empresas que patrocinaram o cursinho pré-vestibular de Luciana recebeu pelo menos R$ 500 mil de uma parceira do Banrisul, empresa controlada pelo governo tocado por seu pai, Tarso Genro. Trata-se da Icatu Seguros, que está se tornando sócia do banco. A Associação 17 de Setembro, de São Paulo, que está por trás do negócio, pode receber recursos públicos. O jornalista Otávio Cabral contou na matéria que por trás de tudo estão interesses políticos.

. "Em nome do pai", é o título da reportagem de Otávio Cabral. O pai, no caso, é o governador Tarso Genro. Veja denuncia:

- Luciana continua uma opositora do pai na política. Mas se apoiou no prestígio dele para entrar na vida empresarial.


. A filha de Tarso processou Veja e foi derrotada. A sentença contra ela foi publicada no dia 3 de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário