sábado, novembro 30, 2013

Críticas de Olívio aos mensaleiros foram mal rebidas no PT

Oh, duvida cruel, para petistas:
Seguem o Galo Missioneiro, ex-governador/RS, Olívio  Dutra (PT), que reconhece a criminalidade dos mensaleiros, ou continuam apoiado os mafiosos ?

O PT não digeriu as críticas do ex-governador Olívio Dutra, que defendeu as prisões de José Dirceu e José Genoino. O presidente Rui Falcão chegou a fazer uma reunião para discutir o assunto, mas a avaliação foi a de não responder por enquanto para não tumultar o partido em meio à disputa interna, sobretudo no Rio Grande do Sul, onde Jairo Jorge e Ary Vanazzi disputam a presidência do PT. A ideia é não contaminar o PED (Processo de Eleições Diretas), que será realizado neste domingo, mas o troco a Olívio está sendo preparado.
Em entrevista ao Jornal do Comércio, o ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, defendeu a prisão dos petistas condenados no mensalão e disse que não crê que o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) tenha sido político.
— Funcionou o que deveria funcionar. O STF julgou e a Justiça determinou a prisão, então cumpra-se a lei —analisou Dutra.
 Olivio. Foto Tadeu Vilani/Agência RBS
O Galo Missioneiro - ex-Governador do RS
Olivio Dutra.
************************

quinta-feira, novembro 28, 2013

JOSÉ GENOÍNO - Conheça um detalhe de sua vida


GENOÍNO um TERRORISTA ASSASSINO que agora se FAZ de VÍTIMA e tenta se fazer de HEROI NACIONAL....!!!
(Conheça um pequeno detalhe de sua vida de ASSASSINO/TERRORISTA)

http://www.reservaer.com.br/biblioteca/e-books/farsa/figuras/araguai-tocantins.gifhttp://4.bp.blogspot.com/-cqtFndo5Iao/Uo1txol5xGI/AAAAAAAAX3M/-seRLqLgZMA/s640/jose-genuino-policia-federal-.jpg
"O GUERRILHEIRO TERRORISTA JOSÉ GENOÍNO que usava o codinome de GERALDO” participou do ASSASSINATO e ESQUARTEJAMENTO  do jovem JOÃO PEREIRA de 17 anos noARAGUAIA, na frente de seus pais.
Primeiro CORTARAM UMA ORELHA, na frente da família, no pátio da casa do Antônio Pereira; depois CORTARAM a SEGUNDA ORELHA; o rapaz urrava de dor e a mãe desmaiou.
Eles continuaram, CORTARAM os DEDOS, as MÃOS e, no final, deram a FACADA que MATOU JOÃO PEREIRA, de 17 anos.
Pois bem, eles fizeram isso apenas porque o rapaz acompanhou uma PATRULHA do EXÉRCITO durante 6 horas, para servir de exemplo aos outros moradores, de forma que não tivessem contato com o pessoal do Exército ou das Forças Armadas".
Foi o CRIME mais HEDIONDO de que já soube.
Nem na Guerra da Coréia ou na do Vietnã fizeram isso. Algo parecido só encontrei quando trucidaram o Tenente PM Alberto Mendes Júnior. Esse Tenente PM se oferecera voluntariamente para substituir dois subordinados que estavam feridos, capturados pelo Guerrilheiro Terrorista Carlos Lamarca Capitão desertor do Exército. Lamarca pegou o rapaz, castrou-o, obrigou-o a engolir os órgãos genitais e trucidou-o.
* OBS: 
JOSÉ GENOÍNO, mais uma vez tenta se passar por um HEROI  NACIONAL com o fim de ENGANAR a população se dizendo INJUSTIÇADO pelo STF, dizendo ter se tornado  um PRESO POLÍTICO.
- Se JOSÉ GENOÍNO fosse um homem HONESTO, por que não se NEGOU a FAZER e ASSINAR, em nome do PT do qual era Presidente , EMPRÉSTIMOS FRAUDULENTOS para encobrir o ROUBO do DINHEIRO PÚBLICO usado para a compra de PARLAMENTARES e, assim, abrir caminho para a PERPETUAÇÃO no PODER e a instalação de um REGIME SOCIALISTA COMUNISTA no país??????
- Se JOSÉ GENOÍNO fosse HONESTO, por que como Presidente do Partido dos TRABALHADORES participou e NÃO IMPEDIU que seus colegas  QUADRILHEIROS  cometessem o CRIME do MENSALÃO (ROUBO do DINHEIRO PÚBLICO) bem debaixo de seu NARIZ, sem tomar qualquer tipo de providência ??????
- Se JOSÉ GENOÍNO queria como POLÍTICO (dito por ele) MELHORAR a vida das PESSOAS, por que participou e PERMITIU que seus colegas do PARTIDO dos TRABALHADORES ROUBASSEM MILHÕES de REAIS do DINHEIRO PÚBLICO que era  destinado a SAÚDE, EDUCAÇÃO, TRANSPORTES, HABITAÇÃO e SEGURANÇA da população.
- Se JOSÉ GENOÍNO fosse HONESTO, por que como Presidente do PARTIDO do GOVERNO (o homem que teria por obrigação de saber de tudo o que ocorria com o PARTIDO dos TRABALHADORES) alega que NUNCA SOUBE de NADA e nunca VIU nada de ERRADO??????
- Se JOSÉ GENOÍNO fosse HONESTO, assim que se comprovou que houve realmente o ROUBO do DINHEIRO PÚBLICO através do ESQUEMA CRIMINOSO do MENSALÃO do qual seu PARTIDO dos TRABALHADORES era o MENTOR e PARTICIPE principal, por que NÃO DEIXOU o PARTIDO??????
- Se JOSÉ GENOÍNO fosse HONESTO, por que estava sempre presente e confraternizando com seus colegas da QUADRILHA em todas as REUNIÕES e FESTAS de seu PARTIDO????
- Se JOSÉ GENOÍNO fosse HONESTO, por que não optou pela VERDADE desde o primeiro DEPOIMENTO do MENSALÃO preferindo sempre usar a MENTIRA DESCARADA.
- Se JOSÉ GENOÍNO fosse HONESTO, por que ALEGA NÃO ter TIDO o DIREITO de se DEFENDER das ACUSAÇÕES de ser membro da QUADRILHA do MENSALÃO e de ter ROUBADO o DINHEIRO PÚBLICO, se este DIREITO foi claro e bastante amplo a todos os ACUSADOS ?????
A história REAL é de que JOSÉ GENOÍNO,  é um BANDIDO de ALTA PERICULOSIDADE que TORTUROU, ESQUARTEJOU e ASSASSINOU pessoas inocentes sem dó nem piedade e, quando no PODER, ENGANOU e ROUBOUdescaradamente o país.
Portanto, JOSÉ GENOÍNO NÃO é um PRESO POLÍTICO (como pretende ser) , é um PRESO CONDENADO pela JUSTIÇA por ter COMETIDO CRIMES de FORMAÇÃO de QUADRILHA, FRAUDES, PECULATO e por ROUBO do DINHEIRO PÚBLICO do país.
Sua doença coronária não é diferente da doença de milhares de PRISIONEIROS brasileiros que continuam pagando suas PENAS dentro dos PRESIDIOS, sem nenhum tipo de privilégio.
Salvo engano, sua doença neste momento oportuno, parece ser um castigo da JUSTIÇA DIVINA que está se fazendo PRESENTE.  Espero que MORRA SOFRENDO tanto quanto ou MAIS que as VITIMAS que ele ASSASSINOU.

Veja a História CRIMINOSA COMPLETA nos VIDEOS abaixo:
image006.gif@01CEE87E.1B052B50image007.gif@01CEE87E.1B052B50
Por movimento da ordem vigília contra corrupção 


Discurso completo aqui
     Continue a leitura aqui

Postado por Ferra Mula
cid:6.3839221161@web121302.mail.ne1.yahoo.com cid:image018.jpg@01CEBB74.6B740890
cid:5.3839221161@web121302.mail.ne1.yahoo.com
cid:7.3839221161@web121302.mail.ne1.yahoo.com

PERMANÊNCIA de 
um PARTIDO POLÍTICO no 
PODER 
propicia o estabelecimento de uma DITADURA.  A ALTERNÂNCIA de PARTIDOS no PODER 
FORTALECE e CONSOLIDA a DEMOCRACIA 
e preserva a LIBERDADE da POPULAÇÃO.

quarta-feira, novembro 27, 2013

27 Nov 1935 - A Intentona Comunista

Inicialmente vamos ressaltar a coragem e o amor daqueles que morreram na defesa da Pátria contra os comunistas que, inspirados na revolução de 1917, na Rússia, tentaram repeti-la no Brasil.

   Tentaram em 1935. Depois quiseram retomar a ação de domínio do país em 1964, prontamente destruídos pela contra-revolução democrática, e novamente em 1968, quando partiram para a luta armada e foram mais uma vez derrotados.

   A História do Brasil 
que os atuais livros didáticos omitem.


A INTENTONA COMUNISTA DE 1935

No dia 27 de Novembro de 1935, ocorreu o maior ato de traição e covardia já perpetrados na História do Brasil . Um grupo de traidores, a soldo de Moscou, tentou implantar, no Brasil, uma sangrenta ditadura comunista. O levante armado irrompeu em Natal, Recife e Rio de Janeiro, financiado e determinado pelo Comintern.   
   Nos primeiros dias de março de 1934, desembarcava no Rio de Janeiro, com passaporte americano, Harry Berger. Harry Berger era na realidade, o agente alemão do Comintern chamado Arthur Ernst Ewert. Ex-deputado em seu país, era fichado como espião e havia sido processado por alta traição. Foi enviado ao Brasil, com outros agitadores, como Rodolfo Ghioldi e Jules Vales, para assessorar o planejamento da rebeliãocomunista.
  Pouco depois, desembarcava Luíz Carlos Prestes com passaporte falso. O traidor vinha com a missão que lhe impusera o Comintern: chefiar o movimento armado que se preparava no Brasil. Começaria então o planejamento para a insurreição armada. Enquanto, nas sombras das conspirações e das combinações clandestinas, os subversivos concertavam os planos para a ação violenta, tarefa a cargo dos elementos militares, a ANL (Ação Nacional Libertadora) e seus propagandistas procuravam ampliar o seu número de adeptos.
 Prestes fez apelos a antigos companheiros. Seus apelos foram, entretanto, recusados em sua maior parte.  Mas o Comintern exigia pressa e ação. Harry Berger orientava e dinamizava os planos.


 Em um de seus relatos ao Comintern, ele escrevia:
"A etapa atual da revolução, no Brasil - Está em franco desenvolvimento uma revolução nacional antiimperialista. A finalidade da primeira etapa é a criação de uma vasta frente popular: operários, camponeses, pequenosburgueses e burgueses que são contra o imperialismo. Depois, a ação propriamente dita, para a instituição de um governo popular nacional revolucionário, com Prestes à frente e representantes daquelas classes. Mas, como condição básica, esse governo se apoiará nas partes infiltradas no Exército e depois, sobre os operários e camponeses articulados em formações armadas. Nesta primeira fase, não serão organizados sovietes, porque isso reduziria, prematuramente, as hostes populares. Não obstante, o poder verdadeiro estará em maior escala nas aldeias, nas mãos das Ligas e Comitês de camponeses que se formarão e que também articularão aformação do povo em armas para a proteção do Governo Popular e para a defesa de seus interesses. Nessa primeira etapa, a ação será, antes de tudo, desencadeada contra o imperialismo, os grandes latifundiários e contra oscapitalistas que, traindo a Nação, agem de comum acordo com oimperialismo. Nós só passaremos a modificar os objetivos da primeira etapa, só erigiremos a ditadura democrática dos operários e camponeses sob a forma de sovietes, quando a revolução no Brasil tiver atingido uma grande concentração. Os pontos de apoio do Governo Popular NacionalRevolucionário serão os sovietes, mais as organizações de massa e o Exército Revolucionário do Povo. A transformação do Governo Popular Nacional Revolucionário, com Prestes à frente, tornar-se-á oportuna e real com o desenvolvimento favorável da Revolução do Governo Popular."

  Pelos planos de Harry Berger, o movimento teria duas fases: na primeira seria organizado um governo popular de coalizão. Na segunda, viriam os sovietes, o Exército do Povo e a total hegemonia dos comunistas.
A idéia de um levante armado preocupava os elementos mais ponderados do PCB.
O Comintern considerava, entretanto, a ação violenta como uma promissora experiência para a implantação do regime comunista em toda a América Latina. Por essa razão, enviou a um escritório comercial soviético em Montevidéu recursos financeiros destinados a apoiar a insurreição no Brasil.
 Nas Forças Armadas a infiltração era grande. Células comunistas, envolvendo oficiais e sargentos, funcionavam no Exército e na Marinha. Elementos do Partido Comunista preparavam greves e agitações nos meios operários e camponeses.
 Manifestos e instruções subversivos circulavam nos quartéis e em organizações sindicais.
 Enquanto Harry Berger depurava, cuidadosamente, os planos, Prestes atuava com invulgar monstruosidade. Em nome da causa vermelha, pessoas consideradas suspeitas foram expulsas do Partido e, até mesmo eliminadas, como ocorreu com a menina Elza Fernandes, assassinada por ordem de Prestes (Vide Recordando a História: O assassinato de Elza Fernandes). Tudo estava previsto para o irrompimento simultâneo do levante armado em todo o país. Mas o movimento foi precipitado no Nordeste.
A insurreição comunista teve início em Natal, Rio Grande do Norte.
Ao anoitecer do dia 23 de novembro, dois sargentos, dois cabos e dois soldados sublevaram o 21° Batalhão de Caçadores. Aproveitaram-se do licenciamento do sábado e invadiram a sala do oficial de dia, prenderam o oficial e dominaram o aquartelamento.
A seguir, entraram na Unidade, bandos de civis. Apoderaram-se doarmamento e das munições do Exército e distribuíram-se em grupos para diversos pontos da cidade. Esses bandos de agitadores engrossavam-se no caminho com inúmeros adesistas aventureiros, a maioria dos quais nemsabia exatamente do que se tratava. Investiram, em seguida, contra a Unidade da Polícia Militar onde o Coronel José Otaviano Pinto Soares, Comandante do 21° Batalhão de Caçadores, com o apoio do Comandantedo Batalhão de Polícia, Major Luiz Júlio, conseguiu montar uma defesa que resistiu durante 19 horas, até render-se por falta de munição. Cenas jamais vistas de vandalismo e crueldade tiveram lugar.
 Casas comerciais e residências particulares foram saqueadas edepredadas. Navios no porto foram ocupados. Grande número deinstalações foram danificadas com selvageria. Enquanto essa arruaça dominava o ambiente da cidade, instalava-se, em palácio, o "Comitê Popular Revolucionário" constituído pelas seguintes personalidades:funcionário estadual Lauro Cortez Lago, Ministro do Interior; Sargento músico Quintino Clemente de Barros, Ministro da Defesa; sapateiro José Praxedes de Andrade, Ministro do Abastecimento; funcionário postal José Macedo, Ministro das Finanças; estudante João Batista Galvão, Ministro da Viação; cabo Estevão, Comandante do 21° Batalhão de Caçadores e Sargento Eliziel Diniz Henriques, Comandante Geral da GuarniçãoFederal.
 Os primeiros atos do Comitê foram: arrombamento de bancos erepartições públicas.
 Um clima de terror foi estabelecido em toda a cidade. Violações, estupros, pilhagens e roubos generalizaram-se. Dois cidadãos foram covardemente assassinados sob a acusação de que estavam ridicularizando o movimento.A população começou a fugir de Natal. Colunas rebeldes ocuparam as localidades de Ceará-Mirim, Baixa Verde, São José do Mipibú, Santa Cruz e Canguaratema.
A primeira reação partiu de Dinarte Mariz, um chefe político do interior, que conseguiu surpreender e derrotar um grupo comunista, com uma pequena força de sertanejos. Quando as tropas legalistas, vindas de Recife, marcharam sobre Natal, o Comitê Popular Revolucionário dissolveu-serapidamente, sem a menor resistência. Todos os "Ministros" e "Comandantes Militares" fugiram levando o que podiam.
Foi esta, em síntese, a história vergonhosa do mais duradouro governo comunista no Brasil, até os dias atuais.
 Foi a mais lamentável demonstração do que pode representar a ascensão ao poder de um grupo de comunistas inescrupulosos e dispostos às ações mais bárbaras, seguidos por uma corte de oportunistas e ignorantes.
 Os acontecimentos de Natal precipitaram a eclosão do movimento subversivo em Recife. Aí se travou o mais cruento conflito de todo o levante.
 Na manhã do dia 25 de novembro, um sargento, chefiando um grupo de civis, atacou a cadeia pública de Olinda. Logo depois, o Sargento Gregorio Bezerra tentava apoderar-se do Quartel-General da 7ª Região Militar, assassinando covardemente o Tenente José Sampaio, e ferindo o TenenteAgnaldo Oliveira de Almeida, antes de ser subjugado e preso.
Na Vila Militar de Socorro, o Capitão Otacílio Alves de Lima, o Tenente Lamartine Coutinho Correia de Oliveira e o Tenente Roberto Alberto Bomilcar Besouchet, notórios comunistas, sublevaram o 29° Batalhão de Caçadores e marcharam sobre a capital pernambucana. O Tenente-Coronel Afonso de Albuquerque Lima, subcomandante da Brigada Policial, conseguiu, entretanto, reunir um contingente que procurou deter os revoltosos. O Capitão Malvino Reis Neto, Secretário de SegurançaPública, armou a Guarda Civil e várias organizações policiais, deslocando-as em reforço das tropas legalistas.
Essa reação permitiu que as Unidades de Maceió e João Pessoa pudessem ser deslocadas para o teatro da luta e estabelecer um cerco aos revoltosos.
Na manhã do dia 25, as forças legalistas já dispunham do apoio de artilharia e atacam fortemente os comunistas. Havia mais de uma centena de mortos nas fileiras rebeldes.
No dia seguinte, Recife já estava completamente dominada pelas forças e os rebeldes derrotados.
O 20° Batalhão de Caçadores já podia se deslocar para Natal, ainda em poder dos comunistas.Notícias confusas e alarmantes chegavam ao Rio de Janeiro dos  acontecimentos de Natal e Recife.
 Esperava-se uma ação comunista a qualquer momento, sem que se pudesse precisar onde surgiria.
 Prestes declarou, em nota enviada a Trifino Correia em Minas Gerais, que não poderia aguardar mais tempo e que a rebelião precisava irromper dentro de dois ou três dias. Efetivamente, sua ordem para o desencadeamento das ações marcava a hora H para as duas da madrugada de 27 de novembro.
 As autoridades não ignoravam que elementos comunistas infiltrados em vários quartéis estavam na iminência de uma insurreição. Mesmo assim houve muitas surpresas.
 Muitos dos comprometidos não figuravam nas relações de suspeitos.
Na Escola de Aviação, em Marechal Hermes, os Capitães Agliberto Vieira de Azevedo e Sócrates Gonçalves da Silva, juntamente com os Tenentes Ivan Ramos Ribeiro e Benedito de Carvalho assaltaram o quartel de madrugada, e dominaram a Unidade. Vários oficiais foram assassinados ainda dormindo. Capitão Agliberto matou friamente o seu amigo Capitão Benedito Lopes Bragança que se achava desarmado e indefeso. Em seguida, os rebeldes passaram a atacar o 1° Regimento de Aviação, sob o comando do Coronel Eduardo Gomes, que, apesar de ferido ligeiramente, iniciou a reação.
Forças da Vila Militar acorreram em apoio ao Regimento e, após algumas horas de violenta fuzilaria e bombardeio de artilharia, conseguiram derrotar os rebeldes.
No 3° Regimento de Infantaria, na Praia Vermelha, acontecimentos mais graves ocorreram. Os rebeldes, chefiados pelos Capitães Agildo Barata, Álvaro Francisco de Souza e José Leite Brasil conseguiram, na mesma madrugada, após violenta e mortífera refrega, no interior do quartel dominar quase totalmente a Unidade. Ao amanhecer, restava apenas um núcleo de resistência legalista, sitiado no Pavilhão do Comando, onde se encontrava o Coronel Afonso Ferreira, comandante do Regimento.
 A reação dos legalistas do próprio 3° RI teve grande valia no decorrer da ação, porque impediu que a Unidade rebelada deixasse o quartel para cumprir as missões determinadas por Prestes no plano da insurreição e queincluíam o assalto ao palácio presidencial no Catete.
Nas últimas horas da madrugada, acionados diretamente pelo Comandante da 1ª Região Militar, General Eurico Gaspar Dutra, o Batalhão de Guardas e o 1° Grupo de Obuses tomaram posição nas proximidades do aquartelamento rebelado e iniciaram o bombardeio. Durante toda a manhã do dia 27 desenvolveu-se um duro combate. O edifício do quartel foi transformado em uma verdadeira fortaleza, defendida pelas metralhadoras dos amotinados que também ocuparam as elevações vizinhas. As explosões das granadas da artilharia reduziram a escombros as velhas paredes que o incêndio do madeiramento carbonizava. A infantaria legalista avançou muito lentamente, em razão da falta de proteção na praça fronteira ao quartel.
Os amotinados tentaram parlamentar com o comando legal, mas foramrepelidos em suas propostas.
Finalmente, às 13 horas e 30 minutos, bandeiras brancas improvisadas foram agitadas nas janelas do edifício, parcialmente destruído. Era a rendição.
A intentona comunista de 1935 no Brasil é apenas um episódio no imenso repertório de crimes que o comunismo vem cometendo no mundo inteiro para submeter os povos ao regime opressor denominado "ditadura do proletariado".Desde o massacre da família real russa, das execuções na época de Stalin, das invasões da Hungria, da Tchecoslováquia e do Afeganistão.
 No seu desmedido plano de domínio universal, foi sempre apoiado na escravização, na tortura e no assassinato de milhões de entes humanos, cuja dor e cujo sangue parecem ser a marca indispensável das conquistas comunistas.
Ostentando dísticos enganadores, agitando falsas promessas, os comunistas de 1935, como os de hoje, são os mesmos arautos da sujeição e da opressão.Para vergonha e repúdio da Nação, o nome de Luiz Carlos Prestes, covarde assassino e vendilhão de sua pátria, é dado a logradouros públicos, por indicação de autoridades executivas ou de políticos levianos e oportunistas, sem o menor sentimento de patriotismo.


 Certamente, desconhecem a verdadeira história ou esposam ainda filosofias sanguinárias e ditatoriais.

Não deixemos que estes episódios caiam no esquecimento...

Conversem a respeito com seus filhos e netos!

segunda-feira, novembro 25, 2013

MÉDICOS CUBANOS


 Alexandre Garcia  MÉDICOS CUBANOS     Não pensem em correntes. Em algemas. Em porões fétidos. Em gente suja e maltrapilha. Estes são os escravos normalmente libertos das pequenas confecções das grandes cidades, vindos de países miseráveis.    Agora pense em pessoas vestidas de branco. Com diplomas universitários. Que exibem sorrisos simpáticos e uma grande alegria em servir o próximo, como se estivessem em uma missão humanitária. Estes são os médicos escravos cubanos que o Brasil vai traficar, cometendo toda a sorte de crimes hediondos contra os direitos humanos, que só republiquetas totalitárias, a exemplo da Venezuela,   ousaram cometer.    E vamos aqui deixar ideologias de lado. E até mesmo as discutíveis competências profissionais. Vamos ser    civilizados e   falar apenas de pessoas, de seres humanos, de gente.    O   Brasil democrático é   signatário de uma dezena de tratados internacionais que protegem os trabalhadores. No entanto, o Governo do PT está firmando um convênio com Cuba, um país que está traficando pessoas para fins econômicos. Cuba esta vendendo médicos. Cuba utiliza de coerção, que é crime, para que estes escravos de branco sejam enviados, sem escolha, para onde o governo decidir. Isto é crime internacional. Hediondo. Que nivela o Brasil com as piores ditaduras.    E não venham colocar a Organização Pan Americana de Saúde como escudo protetor destes crimes contra a Humanidade. É uma entidade sabidamente aparelhada por socialistas, mas que, ao que parece, pela primeira vez assume o papel de
Alexandre Garcia


Não pensem em correntes. Em algemas. Em porões fétidos. Em gente suja e maltrapilha. Estes são os escravos normalmente libert...os das pequenas confecções das grandes cidades, vindos de países miseráveis.

Agora pense em pessoas vestidas de branco. Com diplomas universitários. Que exibem sorrisos simpáticos e uma grande alegria em servir o próximo, como se estivessem em uma missão humanitária. Estes são os médicos escravos cubanos que o Brasil vai traficar, cometendo toda a sorte de crimes hediondos contra os direitos humanos, que só republiquetas totalitárias, a exemplo da Venezuela, ousaram cometer.

E vamos aqui deixar ideologias de lado. E até mesmo as discutíveis competências profissionais. Vamos ser civilizados e falar apenas de pessoas, de seres humanos, de gente.

O Brasil democrático é signatário de uma dezena de tratados internacionais que protegem os trabalhadores. No entanto, o Governo do PT está firmando um convênio com Cuba, um país que está traficando pessoas para fins econômicos. Cuba esta vendendo médicos. Cuba utiliza de coerção, que é crime, para que estes escravos de branco sejam enviados, sem escolha, para onde o governo decidir. Isto é crime internacional. Hediondo. Que nivela o Brasil com as piores ditaduras.

E não venham colocar a Organização Pan Americana de Saúde como escudo protetor destes crimes contra a Humanidade. É uma entidade sabidamente aparelhada por socialistas, mas que, ao que parece, pela primeira vez assume o papel de "gato", o operador, o intermediário, aquele que aproxima as partes, que fecha o negócio, que "lava" as mãos dos criminosos que agem nas duas pontas. Não há como esconder que o Governo do PT está pagando a Ditadura de Cuba para receber mão de obra em condições análogas à escravidão, como veremos neste post.

O trabalhador estrangeiro tem, no Brasil, os mesmos direitos de um trabalhador brasileiro. Tem os mesmos ônus e os mesmos bônus. Não é o que acontece neste convênio que configura um verdadeiro tráfico em massa de pessoas de um país para outro. Os escravos cubanos não pagarão Imposto de Renda e INSS. Sobre um salário de R$ 10 mil, deveriam reter mais de R$ 2.700. Pagariam em torno de R$ 400 de INSS. Mas também teriam direito ao FGTS, ao aviso prévio, às férias, ao décimo terceiro salário. Não é o que acontece.

O escravo cubano não recebe o seu salário. Ele é remetido para um governo de país. É como se este país tivesse vendido laranjas. Charutos. Rum. Ou qualquer commodities. A única coisa que o trabalhador recebe é uma ajuda de custo para tão somente sobreviver no país pois, em condição análoga à escravidão, este médico cubano receberá alojamento e comida das prefeituras municipais. Trabalhará, basicamente, por cama, comida e sem nenhum direito trabalhista.

Outro crime do qual o Governo do PT é mentor, é idealizador, é fomentador, é financiador, é concordar com as práticas de coerção exercida por Cuba quando vende os seus médicos escravos. O passaporte é retido pela Embaixada de Cuba no Brasil. A família fica em Cuba, sem poder sair do país. O escravo cubano não pode mudar de emprego, pois se o fizer a sua família sofre perseguição. Existe ameaça. Existe abuso de autoridade. Existe abuso de poder econômico. Existe retenção de documento para impedir a livre locomoção. Existe lesão ao Fisco. Sonegação. E, por conseguinte, sendo dinheiro originário de crimes, remessa ilegal de divisas do Governo do PT para a Ditadura de Cuba.

Este convênio que o Governo do PT está fazendo com Cuba não resiste a uma fiscalização do Ministério do Trabalho e a uma auditoria do Ministério Público. São tantos os crimes cometidos contra a Humanidade e contra os Direitos Humanos que envergonham a todos os brasileiros.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, candidato ao governo de São Paulo, deveria ir a ferros junto com os bandidos mensaleiros do seu partido. A ministra dos Direitos Humanos, Maria o Rosário, está em silêncio obsequioso.

A partir do momento em que 4.000 cubanos botarem o pé no solo brasileiro, nosso país terá se transformando num campo de concentração e numa imensa prisão para escravos políticos.

A nossa Constituição será rasgada, pois:
Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
(...)
III – ninguém será submetido à tortura nem a tratamento desumano ou degradante;

Da mesma forma, o Governo do PT está jogando no lixo o Decreto nº 5.948, de 26 de Outubro de 2006, que trata da Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, que tem definições fundamentais sobre o tema:
Art. 2°. § 4o A intermediação, promoção ou facilitação do recrutamento, do transporte, da transferência, do alojamento ou do acolhimento de pessoas para fins de exploração também configura tráfico de pessoas.
Art. 2°. § 5° O tráfico interno de pessoas é aquele realizado dentro de um mesmo Estado-membro da Federação, ou de um Estado-membro para outro, dentro do território nacional.
Art. 2o. § 6° O tráfico internacional de pessoas é aquele realizado entre Estados distintos.
Art. 2° § 7o O consentimento dado pela vítima é irrelevante para a configuração do tráfico de pessoas.
Ou seja: o que determina se existe a escravidão não é o depoimento do escravo, pressionado por dívidas, sem documentos ou tendo a integridade da sua família ameaçada, mas sim o que a sua situação configura, mediante fiscalização.

Com a importação em massa dos médicos escravos cubanos, os acordos internacionais firmados pelo Brasil contra a escravidão serão derrogados. Não seremos mais uma democracia.

Se alguém tem alguma dúvida sobre isso, leia o MANUAL DE COMBATE AO TRABALHO EM CONDIÇÕES ANÁLOGAS ÀS DE ESCRAVO, publicado pelo Ministério do Trabalho.

E sinta vergonha, talvez um pouco de medo, de ser brasileiro.
Eu desafio o Governo do PT a exigir que o médico cubano tenha em mãos o seu passaporte.
Eu desafio o Governo do PT a exigir que o médico cubano tenha uma Carteira de Trabalho.
Eu desafio o Governo do PT a depositar o salário do médico cubano em uma conta pessoal, que lhe garanta livre movimentação.
Eu desafio o Governo do PT a garantir todos os direitos trabalhistas ao médico cubano.
Eu desafio o Governo do PT a cumprir a Lei, a Constituição e os Tratados Internacionais.

--
"A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência." (Mahatma Gandhi)


Genoíno e a Medalha do Pacificador: vai cassar ou não, General Enzo?

Então?

O General Albuquerque, atualmente, é membro do Conselho de Administração da Petrobrás. 
Que capacidade não?
Por falar nisso, a Petrobrás também está afundando.
Suponho que muita coisa mudou dentro do Exército, depois da abertura política.

http://4.bp.blogspot.com/-bp1wkgukHBo/Uo3Me9nwVXI/AAAAAAAAEYw/IHGJUyrqWSA/s1600/JOS%C3%89+GENO%C3%8DNO+MEDALHA+DO+PACIFICADOR.jpg
General Albuquerque condecora José Genoíno com a Medalha do Pacificador
(Imagem: reprodução do blog do Lício Maciel)

Não tem mais desculpa. 
O mensaleiro José Genoíno, agraciado com a Medalha do Pacificador em 2003 pelo General Albuquerque, então Comandante do Exército e atual membro do Conselho de Administração da Petrobrás, teve sua condenação pelo STF transitada em julgado e está recolhido à prisão.
Decreto 4.207, de 23 de abril de 2002, que regula as condições para concessão da medalha, estabelece o seguinte em seu Capítulo IV:
http://www.medal-medaille.com/images/BR114b.jpgCAPÍTULO IV

DA CASSAÇÃO
Art. 10. Perderá o direito ao uso da Medalha do Pacificador e será excluído da relação de agraciados:
...
II - o condecorado nacional ou estrangeiro que:
a) tenha sido condenado pela justiça do Brasil, em qualquer foro, por sentença transitada em julgado, por crime contra a integridade e a soberania nacionais ou atentado contra o erário, as instituições e a sociedade brasileira;
...
Parágrafo único. A cassação será feita ex officio, em ato do Comandante do Exército.
 Então, General Enzo, cassa ou não cassa?

Nota do editor

Este esclarecimento talvez não fosse necessário, uma vez que o Decreto 4207 fala em condenação pela justiça brasileira emqualquer foro, mas vamos lá:
- Genoíno foi condenado pelo STF a seis anos e 11 meses por dois crimes: formação de quadrilha e corrupção ativa.
- À condenação dois anos e três meses por formação de quadrilha ainda cabe recurso, face aos embargos infringentes.
- Já a pena por corrupção ativa, de quatro anos e oito meses, não é passível de recurso e transitou em julgado.
Portanto, as condições para a cassação da medalha estão plenamente configuradas.

Diploma do Ministro PTralha da Saude é falso.(?!)Mais uma do PT

Caso seja confirmada a veracidade dos fatos abaixo apresentados, o episódio não se constituirá em qualquer surpresa haja vista que uma das marcas registradas daPTralhada é a mentira contumaz. Quem não se lembra dos falsos e desmascarados “Mestrado” e do “Doutorado” da incompetente Dilma.


  Diploma do Ministro PTralha da Saude é falso. Mais uma do PT.

    AO CREMERO- CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE RONDÔNIA :
    Nobres Médicos, sou esposo da Dra. Rosangela Bibá Gomes, Alergologista. Recebi este E-MAIL de um amigo médico que já trabalhou aqui por muitos anos. Estou encaminhando aos senhores por saber da gravidade deste fato. A confirmar a realidade da informação contida, torna-se necessário uma contundente ação da Instituição Médica para extirpar essa pústula do Min. da Saúde.
Fraterno abraço.
Leandro Gomes.

        Repassando. 
Para conhecimento e divulgação.


AINDA NÃO CONFIRMEI, MAS REPITO, O FATO É MUITO ESTRANHO!


ESSE É O NOSSO MINISTRO DA SAÚDE!

Depois de declarar em entrevista no Programa do Jô que é Especialista em Infectologia e este título não constar nos registros das entidades responsáveis, tendo sido convocado pelo Conselho Regional de Medicina do Pará para responder a processo ético, o ministro da Saúde apresentou diploma da USP, com informações que levam a crer que o mesmo teria sido "fabricado" agora.

Atente para os detalhes:
1 - O diploma, datado de 2001, afirma que o ministro teria realizado a residência em três anos, de 01 de fevereiro de 1998 a 31 de janeiro de 2001. Ocorre que naquela época a especialização durava apenas dois anos, o que só veio a mudar em 2004.

2 - Em 1998 a residência em infectologia começava em janeiro e não em fevereiro. Isso também só mudou em 2004.

3 - O diploma apresentado é assinado pelos ATUAIS coordenadores da residência e não pelos coordenadores de 2001.

4 - O diploma jamais foi registrado na CNRM (Comissão Nacional de Residência Médica), nem na AMB (Associação Médica Brasileira) e nem no CRM-PA (Conselho Regional de Medicina do Pará) onde está inscrito atualmente.
LEMBRAM DO DOUTORADO FALSO DE DILMA?

POIS É, PELO MENOS NISSO O GOVERNO É COESO!!!

#Padilha #Diploma #Ministro #Saúde #Infectologista #CRM

segunda-feira, novembro 18, 2013

A NOSSA LIBERDADE

(GEN PAULO CHAGAS)

Liberdade para quê? Liberdade para quem?

Liberdade para roubar, matar, corromper, mentir, enganar, traficar e viciar?

Liberdade para ladrões, assassinos, corruptos e corruptores, para mentirosos, traficantes, viciados e hipócritas?

Falam de uma “noite” que durou 21 anos, enquanto fecham os olhos para a baderna, a roubalheira e o desmando que, à luz do dia, já dura 26!

Fala-se muito em liberdade!
Liberdade que se vê de dentro de casa, por detrás das grades de segurança, de dentro de carros blindados e dos vidros fumê!

Mas, afinal, o que se vê?

Vê-se tiroteios, incompetência, corrupção, quadrilhas e quadrilheiros, guerra de gangues e traficantes, Polícia Pacificadora, Exército nos morros, negociação com bandidos, violência e muita hipocrisia.

Olhando mais adiante, enxergamos assaltos, estupros, pedófilos, professores desmoralizados, ameaçados e mortos, vemos “bullying”, conivência e mentiras, vemos crianças que matam, crianças drogadas, crianças famintas, crianças armadas, crianças arrastadas, crianças assassinadas.

Da janela dos apartamentos e nas telas das televisões vemos arrastões, bloqueios de ruas e estradas, terras invadidas, favelas atacadas, policiais bandidos e assaltos a mão armada.

Vivemos em uma terra sem lei, assistimos a massacres, chacinas e seqüestros. Uma terra em que a família não é valor, onde menores são explorados e violados por pais, parentes, amigos, patrícios e estrangeiros.

Mas, afinal, onde é que nós vivemos?

Vivemos no país da impunidade onde o crime compensa e o criminoso é conhecido, reconhecido, recompensado, indenizado e transformado em herói! Onde bandidos de todos os colarinhos fazem leis para si, organizam “mensalões” e vendem sentenças!

Nesta terra, a propriedade alheia, a qualquer hora e em qualquer lugar, é tomada de seus donos, os bancos são assaltados e os caixas explodidos. É aqui, na terra da “liberdade”, que encontramos a “cracolândia” e a “robauto”, “dominadas” e vigiadas pela polícia!

Vivemos no país da censura velada, do “micoondas”, dos toques de recolher, da lei do silêncio e da convivência pacífica do contraventor e com o homem da lei. País onde bandidos comandam o crime e a vida de dentro das prisões, onde fazendas são invadidas, lavouras destruídas e o gado dizimado, sem contar quando destroem pesquisas cientificas de anos, irrecuperáveis!

Mas, afinal, de quem é a liberdade que se vê?

Nossa, que somos prisioneiros do medo e reféns da impunidade ou da bandidagem organizada e institucionalizada que a controla?

Afinal, aqueles da escuridão eram “anos de chumbo” ou anos de paz?

E estes em que vivemos, são anos de liberdade ou de compensação do crime, do desmando e da desordem?

Quanta falsidade, quanta mentira quanta canalhice ainda teremos que suportar, sentir e sofrer, até que a indignação nos traga de volta a vergonha, a auto estima e a própria dignidade?

Quando será que nós, homens e mulheres de bem, traremos de volta a nossa liberdade?

* Paulo Chagas é General da Reserva do Exército do Brasil.

Após a leitura não deixe de repassar. É o retrato do nosso Brasil




“A mente que se abre para uma nova ideia, jamais retornará ao seu tamanho original" .


A Finada Meritocracia

Mesmo para os mais leigos, a meritocracia significa o uso da competência, do conhecimento, da experiência, da dedicação e do esforço para a realização de uma tarefa, ou de um trabalho simples, que qualquer ser humano empenha - se em executar.

Não precisa realizar o seu trabalho por um salário, pode ser pelo simples desejo de fazer algo, de contribuir com o seu empenho para o seu usufruto, ou da sua família ou em beneficio dos demais.
De fato, um indivíduo com tais predicados é elogiado, destaca - se e, naturalmente, projeta - se pelo seu desprendimento e o desejo de fazer o melhor possível.
Assim, a aspiração de todos é a de que aqueles indivíduos galguem a escada do sucesso, pois demonstram possuir as qualificações para ocupar os cargos e a realizar as missões mais importantes.
A possibilidade de um cidadão deste porte tornar - se um integrante da vida política ou da estrutura pública é altamente compensadora e, certamente, ansiada pela população, na certeza de que o seu concurso seria excelente para a Nação.
Simples assim. Mas não para os “trambiqueiros”.
No Brasil, a meritocracia foi enterrada a sete palmos e com a virulência do petismo na área pública, devidamente estraçalhada.
Nunca dantes neste País, o mérito pessoal foi tão vilipendiado e, na atualidade, a meritocracia foi terrivelmente substituída pelos donos do poder.
Em Macunaíma, os abençoados com as benesses do estado podem ser os aliados partidários, os parentes, os amigos, às vezes até os inimigos para um retorno posterior, e todas as minorias aquinhoadas com um novo tipo de bolsa, o das cotas.
O petismo que se dedica a criar as dicotomias no cenário nacional, e usa da técnica de dividir a Nação com facciosas medidas disfarçadas de tudo pelo social.
Na enganação geral, ao invés de brindar aos mais necessitados com algumas facilidades, propiciando - lhes possibilidades de melhorias futuras, para criar animosidades irreversíveis, volta - se para o beneficiamento abusivo de determinadas minorias.
Assistimos à exacerbação com o uso das parcelas com desvios sexuais, que a todo dia são mimoseadas com vantagens absurdas.
Num País, onde a miscigenação é um fato consumado, causam espanto as cotas específicas para os pretensamente negros.
O crime de lesa - pátria tem ocorrido escancaradamente, sob a gestão de leis com claros propósitos de desunir a outrora sólida nação. Hoje, temos as cotas para negros nas universidades, nos mestrados e nos doutorados.
Não é o suficiente, apesar de atropelar a Constituição.
sem neurônio enviou recentemente ao Congresso Nacional um projeto de lei que reserva 20% das vagas em concursos públicos federais para negros.
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou uma PEC de autoria dos deputados petistas Luiz Alberto (BA) e João Paulo Cunha (SP), o mensaleiro, que prevê a reserva de vagas para parlamentares de origem negra na Câmara, nas Assembleias Legislativas nos estados e na Câmara Legislativa do Distrito Federal.
Pela proposta, a fração de políticos negros “corresponderá a dois terços do percentual de pessoas que tenham se declarado pretas ou pardas no último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)”.
A matéria será analisada por uma comissão especial e, se aprovada pelo colegiado, seguirá para aval do plenário.
Trata-se de uma tentativa de subordinar metade da Câmara a movimentos militantes controlados pelo PT.
É tenebroso ver como os cretinos chutam a meritocracia provando que os fins justificam os meios, pois somente intenções nefastas podem levar avante tanta patifaria.
Pobre meritocracia que aos nossos olhos e com as nossas bênçãos pode ser enxovalhada pelos interesses de um bando de pretensos marxistas – leninistas, que na verdade são individualistas, e que utilizam as minorias, em especial os negros, como massa de manobra.
Brasília, DF, 15 de novembro de 2013
Gen. Bda Rfm Valmir Fonseca Azevedo Pereira

segunda-feira, novembro 11, 2013

Vida inteligente no Youtube

Veja como essa jovem bonita, qual a idade, não dá pra avaliar - 17, 18... chamada Patrícia Sales tem uma visão lúcida sobre a situação em que nos encontramos.

Nem todos os jovens se deixam engabelar pelas falácias das esquerdas e pelos "movimentos sociais" patrocinados pelo governo criminoso.

Muito inteligente.


Sempre é bom, mesmo discordando, ver os dois lados, ou os outros lados da história para escolhermos onde devemos ficar. COMPLICADO!!!!!!!!!!!!!!!!
O vídeo é de uma garota com cabelo colorido, mas não a julgue pela aparência alternativa. Vale a pena escutá-la! Se não conseguires, escreve "Manifestação em Recife", pois ela aparece nos vídeos expostos na tela.

Acesse o site abaixo e surpreenda-se enquanto é tempo... 

Comprar produto pirata



 
 
Curta nossa página: Movimento Contra Corrupção Acesse nosso site: www.contracorrupcao.org

sexta-feira, novembro 08, 2013

Lei que extingue a família

Lei que extingue a família será votada nos próximos dias
 
Será possível isso?

PL122 SERÁ VOTADA ESTA SEMANA

Essa é a proposta que a Sen. Marta Suplicy (PT/SP)  vem propor. Quem acha que está certo, apague a matéria e fica por isso mesmo, mas se não concordar, faça como eu, repasse!!!

Amigos,
É essa a Proposta de Emenda à Constituição que a Senadora Marta Suplicy e a Comissão Especial de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB estão elaborando para o nosso País. (?) Principais pontos:
- Acabar com a família tradicional.
- Retirar os termos “pai” e “mãe” dos documentos.
- Acabar com as festas tradicionais das escolas (dia dos pais, das mães) para “não constranger” os que não fazem parte da família tradicional.

– A partir de 14 anos, os adolescentes disporão de cirurgia de mudança de sexo custeada pelo SUS.
- Cotas nos concursos públicos para homossexuais etc…

Eis o texto:

“A senadora Marta Suplicy (PT-SP) elogiou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), elaborada pela Comissão Especial de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que quer ampliar privilégios a indivíduos viciados em práticas homossexuais. O texto tem a pretensão de introduzir na Constituição todas as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) que favoreceram a agenda gay, inclusive a garantia de união estável para duplas homossexuais, com direito à conversão em casamento e adoção de crianças.

Eis alguns dos “avanços” que o Estatuto da Diversidade Sexual propõe:

Legitimação da PEDOFILIA e outras anormalidades sexuais:
Título III, Art. 5º § 1º – É indevida a ingerência estatal, familiar ou social para coibir alguém de viver a plenitude de suas relações afetivas e sexuais.
Sob essa lei, a família nada poderá fazer para inibir um problema sexual nos filhos. A sociedade nada poderá fazer. E autoridades governamentais que ainda restarem com um mínimo de bom senso estarão igualmente impedidas de “interferir”.
Retirar o termo PAI E MÃE dos documentos.


Título VI, Art. 32 – Nos registros de nascimento e em todos os demais documentos identificatórios, tais como carteira de identidade, título de eleitor, passaporte, carteira de habilitação, não haverá menção às expressões “pai” e “mãe”, que devem ser substituídas por “f iliação”. Essa lei visa beneficiar diretamente os ajuntamentos homossexuais desfigurados tratados como família. Para que as crianças se acostumem com “papai e papai” ou “mamãe e mamãe”, é preciso eliminar da mente delas o normal: “papai e mamãe”.

Começar aos 14 anos os preparativos para a cirurgia de mudança de sexo aos 18 anos (pode começar com hormônios sexuais para preparar o corpo):

Título VII, Art. 37 – Havendo indicação terapêutica por equipe médica e multidisciplinar de hormonoterapia e de procedimentos complementares não-cirúrgicos, a adequação à identidade de gênero poderá iniciar-se a partir dos 14 anos de idade.

Título VII, Art. 38 – As cirurgias de redesignação sexual podem ser realizadas somente a partir dos 18 anos de idade.

Cirurgias de mudança de sexo nos hospitais particulares e no SUS:

Título VII, Art. 35 – É assegurado acesso aos procedimentos médicos, cirúrgicos e psicológicos destinados à adequação do sexo morfológico à identidade de gênero.
Parágrafo único R 11; É garantida a realização dos procedimentos de hormonoterapia e transgenitalização particular ou pelo Sistema Único de Saúde – SUS.
Uso de banheiros e vestiários de acordo com a sua opção sexual do dia: (?)

Título VII, Art. 45 – Em todos os espaços públicos e abertos ao público é assegurado o uso das dependências e instalações correspondentes à identidade de gênero. Não é permitido deixar de ser homossexual com ajuda de profissionais nem por vontade própria: Titulo VII, Art. 53 – É proibido o oferecimento de tratamento de reversão da orientação sexual ou identidade de gênero, bem como fazer promessas de cura.
O Kit Gay será desnecessário, pois será dever do professor sempre abordar a diversidade sexual e consequentemente estimular a prática:

Título X, Art. 60 – Os profissionais da educação têm o dever de abordar as questões de gênero e sexualidade sob a ótica da diversidade sexual, visando superar toda forma de discriminação, fazendo uso de material didático e metodologias que proponham a eliminação da homofobia e do preconceito.
Contos infantis que apresentem casais heterossexuais devem ser banidos se também não apresentarem duplas homossexuais travestidas de “casais:

Título X, Art. 61 – Os estabelecimentos de ensino devem adotar materiais didáticos que não reforcem a discriminação com base na orientação sexual ou identidade de gênero.
As escolas não podem incentivar a comemoração do Dia dos Pais e das Mães:

Título X, Art. 62 – Ao programarem atividades escolares referentes a datas comemorativas, as escolas devem atentar à multiplicidade de formações familiares, de modo a evitar qualquer constrangimento dos alunos filhos de famílias homoafetivas.
Cotas nos concursos públicos para homossexuais assim como já existem para negros no RJ, MS e PR e cotas em empresas privadas com já existe para deficientes físicos:

Título XI, Art. 73 – A administração pública assegurará igualdade de oportunidades no mercado de trabalho a travestis e transexuais, transgêneros e intersexuais, atentando ao princípio da proporcionalidade.
Parágrafo único – Serão criados mecanismos de incentivo a à adoção de medidas similares nas empresas e organizações privadas.

Casos de pedofilia homossexual irão correr em segredo de justiça:

Título XIII, Art. 80 – As demandas que tenham por objeto os direitos decorrentes da orientação sexual ou identidade de gênero devem tramitar em segredo de justiça.

Censura a piadas sobre gays:

Título XIV, Art. 93 – Os meios de comunicação não podem fazer qualquer referência de caráter preconceituoso ou discriminatório em face da orientação sexual ou identidade de gênero.

“O Estatuto da Diversidade Sexual é um avanço. Isso nunca havia sido pensado em relação às questões LGBT”, reconheceu Marta Suplicy, classificando-o como de importância “inquestionável”.
O Estatuto defende que o Estado é obrigado a investir dinheiro público para homossexuais que querem caros procedimentos de reprodução assistida por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e também o Estado é obrigado a criar delegacias especializadas para o atendimento de denúncias por preconceito sexual contra homossexuais, atendimento privado para exames durante o alistamento militar e assegura a visita íntima em presídios para homossexuais e lésbicas.

NÃO VAMOS DEIXAR ISSO ACONTECER! É O FIM DA FAMÍLIA. O POVO BRASILEIRO TEM QUE REAGIR, ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS.
__________________________